top of page

TOP 3 SUPER CLÁSSICOS DE TERROR + BÔNUS | STORYLANDIA PODCAST #09

Pra você que gosta de Terror...ou você que é apenas muito curioso... Vamos viajar entre os anos 1818, 1886 e 1897...anos em que alguns dos maiores clássicos do terror mundial foram escritos.

Eu sou Anna Grego, conheça meus livros e fale com o Storylândia em https://www.annagrego.com/

STORYLANDIA NO SPOTIFY:

https://open.spotify.com/show/3rdPtow...

STORYLANDIA NO DEEZER:

https://deezer.page.link/p6Zu3rHz7Y9o...

ENCONTRE OS CLÁSSICOS:

DRÁCULA: https://www.amazon.com.br/Dr%C3%A1cul...https://www.amazon.com.br/Dr%C3%A1cul... O MÉDICO E O MONSTRO:

https://www.amazon.com.br/m%C3%A9dico...

FRANKENSTEIN:

https://www.amazon.com.br/Frankenstei...

CONTO INVERSO POR ANNA GREGO:

https://www.amazon.com.br/dp/B09SQFZ13J


ANNA GREGO

Seja bem vindo ao Storylândia. Eu sou a Anna Grego.


EDUARDO GREGO

E eu sou Eduardo Grego.


ANNA GREGO

E hoje nós vamos falar sobre um assunto que você, Eduardo, adora.


EDUARDO GREGO

Eu não sei o que a gente vai falar hoje.


ANNA GREGO

Que mentira que você sabe qual é o roteiro.


EDUARDO GREGO

Ah, é, eu ajudei a fazer.


ANNA GREGO

Qual é o tema?


EDUARDO GREGO

Terror. Vamos falar hoje sobre o gênero de terror.


ANNA GREGO

Especificamente sobre três livros.


EDUARDO GREGO

Um que você já leu, um que você está lendo e um que você irá ler.


ANNA GREGO

Exatamente, e os motivos pelos quais eu escolhi esse esses três livros.


EDUARDO GREGO

Mas antes de começar o nosso bate papo, muito legal, porque hoje somos eu e você, o casal Grego. Se você ainda não se inscreveu no nosso canal, agora é o momento, clica lá! Aqui em baixo em algum lugar aqui, clica, se inscreve nele e clica no sininho também para receber as nossas notificações. Se você está acompanhando a gente pelo o Spotify ou qualquer outra plataforma, também não deixe de nos seguir.


EDUARDO GREGO

Solta a vinheta do Storylândia!


ANNA GREGO

Bom, então vamos começar. O primeiro livro que eu escolhi foi o que eu já li. Já tem um tempo que eu já li esse livro. O Drácula de Bram Stoker. Mas antes de eu falar do livro, eu quero contar como eu cheguei no livro, porque eu não sou uma pessoa que a nossa conheço o Drácula, conheço o Bram Stoker vou ler primeiro, não. Ninguém nasceu sabendo e eu fui descobrir que tinha um livro do Drácula muito tempo depois. O primeiro contato que eu tive com esse personagem foi através do cinema e também incontáveis participações dele em incontáveis séries, desenhos e tudo mais. Mas o primeiro filme que eu assisti mesmo dele, de fato foi o filme de 1992, aquele blockbuster de Hollywood.


ANNA GREGO

Que tem o Keanu Reeves, Anthony Hopkins, Winona Ryder, Gary Oldman tem uma galera e de peso de Hollywood. Foi dirigida pelo renomado diretor Francis Ford Coppola. Já ouviu falar dele?


EDUARDO GREGO

Já, eu demorei para ver o Gary Oldman. Gary Oldman é um ator que consegue passar por diversos papéis. A gente não consegue identificar o cara.


ANNA GREGO

Você não consegue perceber aonde ele está. Não, o Drácula a caracterização dele ficou assim, bem assustadora, principalmente quando ele está lá na Transilvânia.


EDUARDO GREGO

Como que chama aquela amiga dele?


ANNA GREGO

A amiga da Mina é a Lucy.


EDUARDO GREGO

Lá é o único lugar que não é gíria. Pode falar Mina.


ANNA GREGO

Então é o primeiro contato que eu tive foi assistindo esse filme. É um filme assim, é um filme ok para mim. Eu achei bem legal a maneira como eles contam, direção de arte e tudo mais. Eu achei que bem, foi interessante, uma curiosidade que não vai mudar em nada a nossa vida. Uma das noivas do Drácula e as três lá que atacam o.


EDUARDO GREGO

Jonathan.


ANNA GREGO

O Jonathan Harker é a Monica Bellucci Belutti. Desculpe, Monica Belutti, Sabe quem é ela?


EDUARDO GREGO

Não, não.


ANNA GREGO

Não, Não sabe o que é ela. Ela fez Maria Madalena, No no filme do Mel Gibson, A Paixão de Cristo e a Persephone, do Matrix Reloaded. Aquela lá que pede um beijo para o Neo. E a Trinity aponta a arma para a cara dela. ‘Nem ferrando'. Só a curiosidade que não vai mudar a sua vida. Mas então, depois desse filme comecei a ver outros seriados e todos iam pela mesma linha do Drácula apaixonado pela menina e tudo mais.


ANNA GREGO

Aí um dia apareceu a oportunidade, aparecer para mim, no meu Kindle, o romance do Bram Stoker. Eu falei Ah rapaz, agora eu vou ler.


EDUARDO GREGO

Aí você comprou ele.


ANNA GREGO

Aí eu comprei.


EDUARDO GREGO

E não me avisou que você comprou.



ANNA GREGO

É claro que não. Numa edição bilingue até e com um capítulo extra. O primeiro capítulo é um capítulo extra e é uma versão muito interessante. Eu comecei a ler e quando eu comecei a ler eu falei nossa, legal tal ele é um livro epistolar, sabe que é epistolar.


EDUARDO GREGO

Não faço ideia, não faço ideia assim. Mas eu não posso falar tem que seguir o meu roteiro também.


ANNA GREGO

O epistolar ele é contado em cartas, o que eu achei muito interessante, então, é a visão de determinado personagem. Ele tá lá, ele escreve e escreve no diário, escreve no, ou é uma notícia de jornal ou é o diário ou é o doutor lá, ele grava no gravador dele o que está acontecendo e as pessoas vão e escutam.


ANNA GREGO

Então é sempre alguém que está narrando o fato que aconteceu. É muito interessante. E eu ia contando pro Eduardo. Conforme eu ia lendo, eu falei, tá interessante, tá legal, tá acontecendo isso, isso, isso aqui.


EDUARDO GREGO

Então o Bram Stocker foi o pioneiro do podcast.


ANNA GREGO

É, porque o cara gravava, o doutor, gravava o que acontecia e depois o pessoal escutava, mas eu ia lendo. Conforme eu ia lendo, algumas coisas batiam aí. Só que fui chegando no final eu falei olha só, não tá acontecendo o que geralmente acontece nas histórias que eu conhecia do Drácula. O Drácula continua lá sendo um monstro assim ele é bem, bem mal.


ANNA GREGO

Na história do Bram Stoker e no cinema e nas séries eles mostram um Drácula que era apaixonado. Eu falei alguma coisa, não está batendo. Aí fiquei com essa pulga atrás da orelha. Eu li o livro, gostei do livro, é um livro bem legal e no final eles acabam derrotando o Drácula e tudo mais. Acontece spoiler que acho que todo mundo já deve saber né?


ANNA GREGO

Mas eu fiquei encucada, eu falei caramba! E essa versão que a gente assistiu de 1992, o Coppola dizia que era uma das versões mais fiéis ao livro.


EDUARDO GREGO

Passou longe.


ANNA GREGO

Não passou longe exatamente, na minha opinião. Não passou longe. Por quê? Porque a caracterização, algumas cenas, as cenas lá da luz e as cenas do Jonathan Harker, muita coisa é muito igual. Dizem que eu não me lembro quais, mas ele repetiu Até falas do próprio livro no filme. Então muita coisa bate. Só que o que não bate é a história.


ANNA GREGO

Porque não tem essa questão do da esposa do Drácula. Eu estou falando do filme versus o livro original de 1897.


EDUARDO GREGO

Quando que é o livro.


ANNA GREGO

1897.


EDUARDO GREGO